Sem saída

13 de jul de 2009

SEM SAÍDA

SALMO 107.1-43
Então, na sua angústia, clamaram ao Senhor, e ele os livrou das suas
tribulações. (Sl 107.6.)

Existem algumas vias nas cidades que trazem uma placa logo no seu início:
“Rua sem saída” ou “Beco sem saída”. Isso significa que aquela via não
desemboca em outra, afim de escoar o trânsito de carros ou passagem de
pedestres. Na verdade, há saída, sim. A saída é a entrada; é óbvio.

Em circunstâncias especiais da vida, muitas vezes as pessoas dizem:
“Não há saída para você.”

E o inimigo aproveita para levar aquele coração aflito ao desespero e a
angústias tais que se chega a pensar em auto-extermínio. Mas isso é mentira!

Há sempre saída para o homem, em qualquer situação. Quando existem
paredes à frente, obstáculos à volta e impedimentos atrás, é tempo de olhar
para cima. O Senhor está esperando que você faça isso.

O belíssimo Salmo 107 nos apresenta muitas situações de angústia, aflição
e “becos sem saída”, mas mostra também a resposta do Senhor quando
clamaram a ele.

Deus sempre livra o aflito e necessitado. Ele tem prazer em ajudar e erguer
todo aquele que o busca de verdade. Experimente clamar agora!

Ao andar errante pelo deserto da vida,
Faminto e sedento, com a alma desfalecida,
Ao se estar preso em grilhões e sombra de morte,
Chega a esperança: Jesus!

Ele quebrou as portas de bronze,
Quebrou as trancas de ferro,
Ensinou o caminho para o perdido,
Fez brotar no deserto a água para o sedento moribundo,
Mananciais fez surgir da terra seca
Para dessedentar a mim, a todo o mundo.

Pai, em ti jamais haverá “becos sem saída”. Tu és a solução para
todos os problemas, a alegria para todas as tristezas e o bálsamo
para todas as doenças. Obrigado por tão grande amor
e provisão. Amém.

0 comentários: